As lâmpadas LED (Diodo Emissor de Luz), cada vez mais, estão a ter lugar no mercado da iluminação, no âmbito de possibilitar novas formas de dar luz e côr a espaços e objetos.

As lâmpadas LED (Diodo Emissor de Luz), cada vez mais, estão a ter lugar no mercado da iluminação, no âmbito de possibilitar novas formas de dar luz e côr a espaços e objetos.

Apesar de apresentarem algumas desvantagens, apresentam também inúmeras vantagens que ultrapassam em grande escala os aspetos negativos.

Algumas das vantagens da iluminação LED são:

  • As lâmpadas LED têm mais tempo de vida útil (50 000 horas que corresponde a aproximadamente 10 anos);
  • A iluminação LED apresenta um baixo consumo. representando uma poupança de 80% relativamente às lâmpadas incadescentes;
  • As lâmpadas LED superam as restantes devido tabém á sua robustez, uma vez que não utilizam filamento nem vidro, aumentando assim a sua resistência;
  • Na iluminação LED não ha emissão de infravermelhos nem de radiação UV, que como todos sabemos esta última é altamente perigosa para a saúde, podendo causar doenças graves como o cancro de pele. Devido a esta propriedade este tipo de iluminação tem sido cada vez mais frequente na área da contrução civil, no que toca á iluminação de património histórico e zonas verdes, de modo a evitar a sua degradação;
  • A energia fornecida às lâmpadas LED é utilizada na sua maioria na produção de luz, assim sendo origina um feixe de luz frio.
  • As lâmpadas LED oferecem maior segurança relativamente à sua instalação e utilização, uma vez que trabalha com baixa tensão

Devido a estas vantagens e muitas outras cada vez mais este tipo de iluminação tem sido utilizado na construção civil, não só para a proteção do património e zonas verdes, como também devido à menor manutenção exigida por este tipo de iluminação, como também pela qualidade da luz e custos mais baixos relativamente ao consumo da energia.

Resumindo, a iluminação LED supera em relação á qualidade/preço comparando com as lâmpadas utilizadas normalmente.

Como qualquer produto no mercado também este tem desvantagens, como:

  • O preço. O custo inicial das lâmpadas LED é elevado, apesar de existir uma variedade imensa na oferta deste produto o preço de uma lâmpada LED poderá atingir os 20 euros;
  • Poderá ser necessária a utilização de dispositivos de dissipação de calor uma vez que a quantidade de luz emitida diminui consoante o aumento da temperatura;
  • No que toca ao conforto para a visão, é necessário que se tenha em atenção a temperatura da côr, uma vez que a cima dos 5000 graus kelvin a luz começa a ser desconfortável.

É também importante frisar que devido a medidas de proteção ambiental, a substituição das lâmpadas incadescentes pelas lâmpadas LED foi considerada de elevada importância, como tal, desde Setembro de 2012 foi proibida a produção de lâmpadas incadescentes na Europa.